Odontopediatria

Image

A odontopediatria é o ramo da odontologia que cuida da saúde bucal de bebês e crianças. Hoje sabemos que o grande medo que as pessoas têm de enfrentar a cadeira do dentista é devido às experiências negativas que tiveram quando crianças. Por esse motivo, o trabalho do odontopediatra é tão importante.

São eles os responsáveis pela higiene não só das crianças que já tem dentinhos, mas também dos bebês e das gestantes. Aliás, as mães devem procurar esses profissionais ainda durante a gravidez, para se informar sobre os cuidados que devem ter a partir do nascimento.

Outra função importante que o odontopediatra desempenha é na prevenção da fluorose provocada pelo excesso consumo de flúor, pela criança, na água e nos cremes dentais que elas engolem. A fluorose apresenta manchas nos dentes incisivos que normalmente são brancas e prejudicam a estética dentária.

Este profissional também ensina a criança a ter prazer e diversão na hora da escovação. Auxilia os pais a comprarem mais de uma escova de cor e forma diferentes, a colocar a criança de frente a um espelho, assim ela vê o que acontece e permite com mais facilidade a escovação, a ter o hábito do fio-dental que retira a sujeira onde a escova não alcança e a usar cremes dentais sem flúor, que podem ser ingeridos pela criança sem causar danos.

Odontologia para bebês

Abordar precocemente a saúde bucal da criança é de grande importância na prevenção das doenças bucais, visto que o impacto que essa conduta poderá ter no desenvolvimento de adequados hábitos que perdurarão durante toda a sua vida. Devido a origem multifatorial da cárie dentária e a imaturidade da criança em controlar todos os fatores qye influenciam o seu aperfeiçoamento, a cooperação dos pais e a abordagem educativa durante as consultas ao odontopediatra são fundamentais para a sua prevenção.

Um cuidado especial com o seu bebê começa na gestação!

A cavidade oral tem um papel fundamental no desenvolvimento do recém-nato através da sucção do leite materno. Sabemos que a amamentação natural proporciona um padrão normal de respiração nasal e deglutição com vedamento labial e postura adequada da língua, ao contrário do que ocorre com o uso de mamadeira. Estudos demonstram que crianças que fazem uso do aleitamento materno exclusivamente por 6 meses, têm riscos bem menores de apresentarem alergias e hábitos de deglutição deletérios (chupeta e dedo).

Vários autores relatam, ser o hábito de sucção de chupeta, o mais significante fator local relacionado com a infecção por cândida em crianças, como também a associação do uso de chupeta com diarreias, doenças respiratórias, otite média aguda, desequilíbrio na dentição (mordida aberta anterior / mordida cruzada posterior), de deglutição, respiração e fonação atípicas.